http://www.radiofronterafm.com.br/ads.txt

9374381 Seja bem vindo ao nosso site radiorevistafronteira@gmail.com!

CIDADE

Comércio em região de fronteira representa 21% das importações do Paraguai em 2024

Publicada em 17/05/24 às 08:56h - 24 visualizações

Radio Fronteira


Compartilhe
Compartilhar a noticia Comércio em região de fronteira representa 21% das importações do Paraguai em 2024  Compartilhar a noticia Comércio em região de fronteira representa 21% das importações do Paraguai em 2024  Compartilhar a noticia Comércio em região de fronteira representa 21% das importações do Paraguai em 2024

Link da Notícia:

Comércio em região de fronteira representa 21% das importações do Paraguai em 2024
 (Foto: Roger Meireles/arquivo)

O turismo de compras, especialmente em Ciudad del Este, respondeu por mais de 21,7% do volume de produtos e mercadorias importados pelo Paraguai no primeiro quadrimestre de 2024. O aumento de recursos gerados pela movimentação de janeiro a abril, representa um aumento de 2,6% no comparativo do mesmo período do ano passado. Os dados integram um relatório divulgado pelo Banco Central do Paraguai (BCP), sobre o comércio internacional do país.

O desempenho das importações em Ciudad del Este, município unido à Foz do Iguaçu pela Ponte Internacional da Amizade, é impulsionado pelo Regime de Turismo (RT), legislação tributária diferenciada para a importação de produtos e mercadorias destinadas ao turismo de compras, impulsionado principalmente pelos brasileiros que visitam a região das três fronteiras, incluindo a Argentina. O restante das importações vai para o consumo interno do país.

O Regime de Turismo foi criado pelo governo paraguaio para impulsionar as vendas e acelerar a recuperação econômica dos municípios localizados na faixa de fronteira do país. O sistema estabelece tarifas preferenciais para uma lista de produtos, destinados ao comércio nestas regiões. “O dinamismo do TR reflecte-se no aumento das importações de bens de consumo e bens intermédios, enquanto os bens de capital para reexportação diminuíram 4,6%”, ressalta a rádio La Clave.

 

Panorama

O boletim do BCP detalha que as compras de bens de consumo registaram um aumento de 33,4%, atingindo US$ 192 milhões (aproximadamente R$ 1 bilhão). O crescimento é atribuído principalmente à maior procura pelos produtos por parte dos consumidores, a maioria turistas brasileiros que visitam Foz do Iguaçu.

Entretanto, as importações de bens intermédios, essenciais para a produção de bens finais, registaram um aumento de 50,3%, totalizando US$ 63 milhões (R$ 330 milhões, aproximadamente). Este aumento reflete o crescimento da atividade produtiva do país. Por outro lado, as importações de bens de capital para reexportação, que incluem máquinas, equipamentos e ferramentas, registaram uma queda de 4,6%, atingindo US$ 854,9 milhões (cerca de R$ 4,4 bilhões).

Da mesma forma, o relatório do BCP indica que as importações totais atingiram US$ 5.106,8 bilhões (R$ 30 bilhões) durante o período analisado, de 1º de janeiro a 20 de abril deste ano. O volume representa um aumento de 13,2% face aos quatro primeiros meses do ano passado.

 

Origem

A China é o principal fornecedor de produtos importados pelo Regime de Turismo de Ciudad del Este, com uma participação de 34,6%, equivalente a US$ 1.767 milhões (R$ 8 milhões), aumento de 13,4% em relação ao acumulado de abril de 2023. Os principais produtos adquiridos foram telefones celulares, máquinas portáteis para dados de processos e novos pneus. O Brasil aparece em segunda ordem de importância, com 23,1%, atingindo US$ 1.177 bilhão (R$ 6 bilhões, aproximadamente).

O volume representou um aumento de 12,6% em relação ao mesmo período do ano anterior. Entre os itens em destaque estão cerveja maltada, tratores e motoristas elétricos. Os Estados Unidos ocupam o terceiro lugar, com uma participação de 7,6% no total das importações. O valor adquirido é superior a US$ 389 milhões (aproximadamente R$ 2 bilhões) e registou um aumento de 14,3%. Entre os principais produtos destacaram-se o óleo diesel, os fertilizantes minerais e a gasolina.







fonte g/dia




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (45)999127301

Visitas: 13414973
Usuários Online: 381
Copyright (c) 2024 - radiorevistafronteira@gmail.com
Converse conosco pelo Whatsapp!